Seja Bem vindo!
trilegal-21/09/22
A RADIOCIDADE
WEINERT - 05/01/2024
Giana - 08/06/24
NORTHON MOTTA-02/07/20
28/02/2024
Política

Morre o prefeito de Santa Cruz, Telmo Kirst

Morre o prefeito de Santa Cruz, Telmo Kirst
21/12/2020 às 03:12

Depois de mais de dois anos lutando contra um câncer, morreu na noite deste domingo, 20, no Hospital Ana Nery, em Santa Cruz do Sul, o prefeito Telmo Kirst, de 76 anos. Ainda não há informações sobre horário de velório e sepultamento.

Por volta das 9 horas da última quarta-feira, 16, ele passou mal no escritório particular na Rua Gaspar Silveira Martins. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e encaminhou Telmo ao Hospital Ana Nery (HAN).

O falecimento foi confirmado pela Secretaria de Comunicação de Santa Cruz às 21h51 deste domingo.

Caçula de três filhos de um casal de comerciantes, Pedro Kirst e Olinda Kirst, Telmo nasceu em Santa Cruz no dia 7 de abril de 1944. Cresceu em uma casa na Rua Gaspar Silveira Martins, a mesma que lhe serviu de escritório político e refúgio.

O despertar para a política aconteceu cedo: o pai integrava o diretório do PSD e era amigo de figuras políticas importantes da vida pública santa-cruzense em meados do século passado. Na formação acadêmica, cursou Direito (primeira turma) na Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), tendo exercido a presidência do diretório acadêmico do curso.

Com menos de 30 anos, elegeu-se vereador. Sete anos depois, interrompeu o segundo mandato na Câmara para migrar ao Congresso Nacional, onde permaneceu por mais de duas décadas. 

Durante um período, dividiu-se entre deputado federal e vice-prefeito de Arno Frantz, um de seus aliados mais próximos. Além disso, por duas ocasiões trocou o Legislativo pelo Executivo: foi secretário estadual de Transportes no governo Jair Soares (na década de 80) e secretário de Obras no governo Antônio Brito (na década de 90). No início dos anos 2000, ainda teve uma passagem pela Assembleia Legislativa. 

Antes de voltar à política municipal e ao PP (depois de alguns anos filiado ao PMDB), presidiu a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) no governo Rigotto e a Companhia Riograndense de Mineração (CRM) no governo Yeda Crusius. Em 2012, garantiu ao PP uma vitória para a Prefeitura, o que não acontecia desde 1992, sendo reeleito em 2016. Já em 2019, Telmo deixou o PP depois de mais de quatro décadas, após um ciclo de atritos e desgastes, e assinou a filiação ao PSD.

 

Fonte Gaz Santa Cruz- Por: Redação Portal Gaz
Telmo Kirst casou-se com Teresa Cristina Kirst, com quem teve quatro filhos.

TRILEGAL - 17/06/24
DENGUE - 03/06/24
WEINERT - 05/01/2024
A RADIOCIDADE
NORTHON MOTTA-02/07/20
28/02/2024