Seja Bem vindo!
trilegal-21/09/22
WEINERT - 05/01/2024
A RADIOCIDADE
Giana - 08/06/24
28/02/2024
NORTHON MOTTA-02/07/20
Geral

Leite pede que Lula envie helicópteros da FAB para resgatar ilhados no RS

Leite pede que Lula envie helicópteros da FAB para resgatar ilhados no RS
30/04/2024 às 22:04

O governador Eduardo Leite pediu ao presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, que envie imediatamente mais helicópteros da Força Aérea Brasileira (FAB) para ajudar em resgates de pessoas ilhadas no Rio Grande do Sul. Ambos conversaram por telefone nesta terça-feira (30), no momento em que o governador conduzia a reunião do gabinete de crise.  No telefonema, Leite explicou que as aeronaves do governo estadual não têm capacidade de atuar à noite nas condições climáticas atuais.

"Precisamos de todo apoio aéreo possível, imediatamente. Já são centenas de pessoas em várias cidades em cima de telhados e vai continuar chovendo e subindo os rios", ressaltou o governador.  Lula deu resposta positiva e prometeu apoio ao Estado. Logo depois de conversar com Leite, ele determinou que o ministro da Defesa, José Múcio, envie helicópteros das Forças Armadas que operam em outros Estados para ajudar nos resgates.

No momento, há dois helicópteros da FAB operando na região central do Estado, mas o contingente é insuficiente diante dos pedidos de resgate. Leite explicou a Lula que a proporção deste evento climático pode ser maior do que a de setembro do ano passado, que deixou 54 mortos no RS. "É uma situação bastante crítica que a gente está vivenciando. Pode ter resultados piores do que a gente viu no ano passado", detalhou o governador.

Enquanto esperava o contato direto com Lula, Leite também fez um apelo público na rede social X (antigo Twitter) pelo reforço federal. Após a ligação Lula escreveu, na mesma rede social, que o governo federal "irá se somar aos esforços do governo estadual e prefeituras para atravessarmos e superarmos mais esse momento difícil". O Rio Grande do Sul é atingido desde segunda-feira (29) por uma tempestade que já provocou cinco mortes, tirou quase 300 pessoas de casa, bloqueou mais de 30 rodovias e deixou mais de 130 mil pontos sem energia elétrica. Também há 18 pessoas dadas como desaparecidas.

O alto volume de chuva faz o nível de diversos rios subir rapidamente. Conforme a Defesa Civil, há risco de inundação em diversas regiões do território gaúcho. A previsão é de que a chuva continue até a próxima quinta-feira (2). 

Gabinete de crise

Na reunião do gabinete de crise, Leite determinou que as equipes estaduais ampliem esforços para resgatar famílias ilhadas, sobretudo em Candelária, onde o estado é considerado "crítico", segundo a Defesa Civil estadual. Conforme a projeção da Sala de Situação, os vales do Caí e Taquari já enfrentam uma situação severa, com risco de alagamentos no mesmo nível dos ocorridos no ano passado. Nas próximas horas, espera-se que o volume de chuvas alcance até 300 milímetros em algumas áreas. Todos os rios monitorados pelo governo do Estado estão com níveis acima dos limites de alerta.

 

g1rs

28/02/2024
WEINERT - 05/01/2024
TRILEGAL - 17/06/24
DENGUE - 03/06/24
A RADIOCIDADE
NORTHON MOTTA-02/07/20