Seja Bem vindo!
28/02/2024
WEINERT - 05/01/2024
NORTHON MOTTA-02/07/20
A RADIOCIDADE
trilegal-21/09/22
MARECHAL BEBIDAS- 17/11/22
CLUBE GAÚCHO - 27/03-2024
Geral

Aeroporto de Santo Ângelo pode receber quase 70 milhões conforme edital de concessão publicado

Aeroporto de Santo Ângelo pode receber quase 70 milhões conforme edital de concessão publicado
19/02/2024 às 10:02

Imponente transformação prevista para os aeroportos regionais de Passo Fundo e Santo Ângelo, no Rio Grande do Sul, com investimento considerável para aprimorar a infraestrutura e operação desses terminais por meio de uma Parceria Público-Privada (PPP).

Nesta segunda-feira, dia 19 de Fevereiro, foi publicado o edital da PPP para os aeroportos Lauro Kortz, em Passo Fundo, e Sepé Tiaraju, em Santo Ângelo, visando não somente melhorar a qualidade dos serviços, mas também elevar o potencial dessas regiões em termos de transporte aéreo. O edital para o leilão, que definirá o operador, a manutenção e ampliação da infraestrutura dos terminais, ocorrerá no dia 7 de maio, às 14h, na B3, em São Paulo.

O principal critério para definir o vencedor da licitação será a oferta do maior desconto sobre o aporte público. O consórcio vencedor será responsável pela gestão dos terminais pelos próximos 30 anos, com a obrigação de investir mais de R$ 102 milhões para qualificar a infraestrutura e operação em ambos aeroportos, destacando um montante de quase 70 milhões destinados ao Aeroporto Regional Sepé Tiaraju.

Douglas Winter Ciechowiez, vice-presidente da Associação Comercial e Industrial de Santo Ângelo (ACISA) e vice-presidente da FEDERASUL ressaltou a grandeza da concessão e dos investimentos, observando que o aporte de quase R$ 70 milhões para o Aeroporto de Santo Ângelo é de suma importância para o avanço da infraestrutura, turismo e comércio regional. Ele acredita que, com a gestão privada e participação da comunidade, os aeroportos poderão oferecer serviços de qualidade superior, impulsionando o desenvolvimento econômico da região. Destaca também que trata-se de um dos maiores investimentos para a região das últimas décadas.

A PPP também conta com um investimento relevante do Governo do Estado, no valor de R$ 29 milhões, por meio das secretarias de Logística e Transportes (Selt) e de Parcerias e Concessões (Separ), para viabilizar as melhorias previstas nos aeroportos regionais. Esse aporte financeiro por parte do poder público busca atender às reivindicações da consulta e das audiências públicas realizadas nas regiões.

De acordo com o secretário da Separ, Pedro Capeluppi, esse investimento assegurará que as obras dos terminais de passageiros, pista de táxi e pátio de aeronaves sejam concluídas nos primeiros três anos da parceria. Isso representará uma transformação significativa não somente para os municípios de Passo Fundo e Santo Ângelo, mas para toda a região, fomentando o desenvolvimento econômico e melhorando a experiência dos usuários.

Mauro Tschiedel, presidente da ACISA, elogiou o anúncio da PPP para os aeroportos regionais, salientando que esta é uma oportunidade ímpar de ampliar a conectividade e a capacidade de transporte na região. Ele acredita que, com o suporte do governo e do setor privado, os aeroportos poderão oferecer serviços de alta qualidade e impulsionar o desenvolvimento econômico local.

Felipe Fontana, vice-presidente da ACISA, compartilhou o otimismo de Mauro Tschiedel, destacando que a PPP representa um marco importante na promoção da conectividade e vitalidade econômica da região. Ele ressaltou ainda que a parceria entre o setor público e o privado é fundamental para garantir que os aeroportos regionais atendam às necessidades dos passageiros e das empresas locais, promovendo o desenvolvimento de toda a região noroeste.

Este anúncio mostra que a parceria entre o setor público e privado, aliada ao engajamento e participação da comunidade, representam elementos cruciais para o desenvolvimento regional. A transformação do Aeroporto Regional Sepé Tiarajú em Santo Ângelo não só fortalecerá a conectividade e a infraestrutura de transporte aéreo na região noroeste do Rio Grande do Sul, mas também potencializará o comércio local, estimulará a economia e melhorará a qualidade de vida dos habitantes dessas cidades. Essa parceria é um exemplo claro de como a cooperação entre entidades públicas e privadas pode ter um impacto positivo tangível na região e servir de modelo para futuros projetos de desenvolvimento regional.

28/02/2024
MARECHAL BEBIDAS- 17/11/22
TRILEGAL - 09/04/23
WEINERT - 05/01/2024
A RADIOCIDADE
NORTHON MOTTA-02/07/20