Seja Bem vindo!
trilegal-21/09/22
WEINERT - 05/01/2024
NORTHON MOTTA-02/07/20
A RADIOCIDADE
Giana - 08/06/24
28/02/2024
Educação

Governo explana projetos e defende envolvimento das escolas municipais

Governo explana projetos e defende envolvimento das escolas municipais
12/06/2023 às 21:06

Diretores dos educandários receberam informações sobre o Legado da Canção da Gaúcha e o Programa de Hortas Comunitárias Urbanas

Os diretores das escolas municipais foram estimulados pelo Governo de Santo Ângelo a envolverem-se em projetos de grande alcance social e cultural. A reunião foi realizada no auditório da Secretaria Municipal de Educação (SMEd) e conduzida pelo prefeito Jacques Barbosa que discorreu sobre a terceira edição do Legado da Canção Gaúcha que será realizado de 2 a 4 de novembro no Parque de Exposições Siegfried Ritter e a respeito do Programa de Implantação de Hortas Comunitárias Urbanas da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR).

O encontro com os diretores contou com a presença do secretário de Educação, Valdemir Roepke, o Nanaco; do secretário de Desenvolvimento Rural, Álvaro Uggeri Rodrigues e de Cristina Bérgoli, representando o Instituto Cultural, Artístico, Literário e Folclórico “Legado”, entidade que promove o Legado da Canção Gaúcha.

Na abertura da reunião, o prefeito destacou a importância do envolvimento das direções na divulgação junto aos alunos da rede municipal, incentivando a participação no festival de música gaúcha e atuação na comunidade escolar para a implantação de hortas urbanas nos bairros, envolvendo associações de moradores e as próprias escolas.

LEGADO

O festival de composições inéditas foi apresentado por Cristina Bérgoli, diretora do instituto promotor do evento. Segundo ela, as inscrições serão abertas no período de 30 de agosto a 30 de setembro, e a ideia é envolver alunos da rede pública municipal, incentivando o surgimento de novos talentos.

Cristina explicou que o festival terá disputas nas categorias Piá (7 a 12 anos); Piazote (13 a 17 anos); e Piá Veio (18 a 25 anos). “O evento é uma oportunidade de lazer, de cunho artístico, educativo, cultural e social em ambiente sadio, com a participação e o acompanhamento das famílias, envolvendo as escolas e a comunidade em geral”, assinalou. Ela também deixou o contato dos organizadores para maiores informações sobre o 3º Legado da Canção Gaúcha, por meio do telefone 55 9 8418-3500 ou pelo e-mail legadodacancaogaucha@gmail.com.

Um entusiasta do festival, o prefeito Jacques afirmou ser importante o envolvimento dos diretores no Legado estimulando alunos à participação como forma de despertar a paixão pela música e pelas tradições gaúchas.

HORTAS URBANAS

O Programa Hortas Urbanas foi apresentado pelo secretário de Desenvolvimento Rural, Álvaro Uggeri Rodrigues, frisando que a SDR está apoiando iniciativas das comunidades, oferecendo assistência técnica, máquinas e equipamentos para a implantação do programa, que tem como princípio a produção orgânica de alimentos.

Jacques solicitou aos diretores de escolas que, a partir do interesse das comunidades, haja o envolvimento dos educandários, estimulando o aprendizado para a produção de alimentos livres de agroquímicos e o empreendedorismo. “Se uma comunidade quer a implantação de hortas comunitárias, é uma grande oportunidade para o envolvimento das escolas, incentivando a população do seu bairro a produzir alimentos saudáveis”, concluiu o prefeito.

Texto: Tarso Weber | fotos: Fernando Gomes

Governo explana projetos e defende envolvimento das escolas municipais

Diretores dos educandários receberam informações sobre o Legado da Canção da Gaúcha e o Programa de Hortas Comunitárias Urbanas

Os diretores das escolas municipais foram estimulados pelo Governo de Santo Ângelo a envolverem-se em projetos de grande alcance social e cultural. A reunião foi realizada no auditório da Secretaria Municipal de Educação (SMEd) e conduzida pelo prefeito Jacques Barbosa que discorreu sobre a terceira edição do Legado da Canção Gaúcha que será realizado de 2 a 4 de novembro no Parque de Exposições Siegfried Ritter e a respeito do Programa de Implantação de Hortas Comunitárias Urbanas da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR).

O encontro com os diretores contou com a presença do secretário de Educação, Valdemir Roepke, o Nanaco; do secretário de Desenvolvimento Rural, Álvaro Uggeri Rodrigues e de Cristina Bérgoli, representando o Instituto Cultural, Artístico, Literário e Folclórico “Legado”, entidade que promove o Legado da Canção Gaúcha.

Na abertura da reunião, o prefeito destacou a importância do envolvimento das direções na divulgação junto aos alunos da rede municipal, incentivando a participação no festival de música gaúcha e atuação na comunidade escolar para a implantação de hortas urbanas nos bairros, envolvendo associações de moradores e as próprias escolas.

LEGADO

O festival de composições inéditas foi apresentado por Cristina Bérgoli, diretora do instituto promotor do evento. Segundo ela, as inscrições serão abertas no período de 30 de agosto a 30 de setembro, e a ideia é envolver alunos da rede pública municipal, incentivando o surgimento de novos talentos.

Cristina explicou que o festival terá disputas nas categorias Piá (7 a 12 anos); Piazote (13 a 17 anos); e Piá Veio (18 a 25 anos). “O evento é uma oportunidade de lazer, de cunho artístico, educativo, cultural e social em ambiente sadio, com a participação e o acompanhamento das famílias, envolvendo as escolas e a comunidade em geral”, assinalou. Ela também deixou o contato dos organizadores para maiores informações sobre o 3º Legado da Canção Gaúcha, por meio do telefone 55 9 8418-3500 ou pelo e-mail legadodacancaogaucha@gmail.com.

Um entusiasta do festival, o prefeito Jacques afirmou ser importante o envolvimento dos diretores no Legado estimulando alunos à participação como forma de despertar a paixão pela música e pelas tradições gaúchas.

HORTAS URBANAS

O Programa Hortas Urbanas foi apresentado pelo secretário de Desenvolvimento Rural, Álvaro Uggeri Rodrigues, frisando que a SDR está apoiando iniciativas das comunidades, oferecendo assistência técnica, máquinas e equipamentos para a implantação do programa, que tem como princípio a produção orgânica de alimentos.

Jacques solicitou aos diretores de escolas que, a partir do interesse das comunidades, haja o envolvimento dos educandários, estimulando o aprendizado para a produção de alimentos livres de agroquímicos e o empreendedorismo. “Se uma comunidade quer a implantação de hortas comunitárias, é uma grande oportunidade para o envolvimento das escolas, incentivando a população do seu bairro a produzir alimentos saudáveis”, concluiu o prefeito.

Texto: Tarso Weber | fotos: Fernando Gomes

NORTHON MOTTA-02/07/20
28/02/2024
WEINERT - 05/01/2024
TRILEGAL - 17/07/24
A RADIOCIDADE
DENGUE - 03/06/24