Domingo, 26 de Marco de 2017
16.810.651 Visitas
Rádio Web - 24 horas Vídeos Curta nossa Fan Page no Facebook Entre em contato


Parabéns Vereador. Decisão mais que acertada

03/01/2017

Parabéns Vereador. Decisão mais que acertada

Particularmente para este colunista não foi nenhuma surpresa, mas para outros até arregalar de olhos, e de uma forma irônica comentários impróprios chegaram a ser feitos diante a decisão tomada pelo vereador Mauricio Loureiro (PDT), quanto à chefia de seu gabinete.

Desde sua posse o seu gabinete passa a responsabilidade do cidadão João Lourenço Júnior (Grafite). Aliás, é bom lembrar que este não caiu de paraquedas durante a campanha do mais votado.

Pelo contrário, João Lourenço (Grafite), iniciou sua atividade como coordenador da campanha dois anos antes do pleito. E, por sinal foi a luta e cumpriu a risca a sua atividade, recebendo elogios dos mais diferentes setores da comunidade.

E, no decorrer do período eleitoral o novo chefe de gabinete mostrou suas qualidades, e sua competência. Com responsabilidade atuou como um verdadeiro cavalheiro. Homem certo no lugar certo.

Mais que acertada a decisão, mesmo diante ao espanto de alguns.

Reestruturação administrativa é urgente

Quem assume o comando tem todo direito em promover as mudanças necessárias, e é fundamental e salutar para a sobrevida de qualquer setor, isso na instituição privada ou publica.

E, isso não é diferente na máquina pública, principalmente quando setores que devem dar um atendimento rápido e preciso aos contribuintes, acabam muitas vezes fazendo o chamado corpo mole, até por que se acham enquadrados no direito adquirido da estabilidade.

Mas ledo engano desses que acreditam serem donos dos cargos ou setores onde atuam na vida pública.

O mandatário do município, ou o próprio secretário tem o dever de fazer a máquina funcionar pelo bem comum. Ainda acredito em homens públicos focados nesse ponto de vista.

Tenho plena convicção que o novo administrador, ou mesmo secretários devem fazer a reestruturação de alguns setores, inclusive com o chamado remanejamento de funcionários até concursados, de uma secretaria para outra.

É vida nova, e como tal devemos nos adaptar. Se existem vícios, o melhor é ir cortando pela raiz, pois caso contrário a própria máquina empaca, e o administrador acaba sendo taxado de inoperante. Apenas isso.

Não consigo entender

Como entender a mente humana, principalmente de alguns que ao longo de suas vidas sempre foram beneficiados com bons salários na vida pública, e isso por indicação deste ou daquele.

Alguns desses na atualidade estão sovando o chão, afundando calçadas próximas ao passo municipal, e chegam ao cumulo de promover verdadeira gritaria na busca de cargos para a esposa, filhos, primos, amigos, tios, irmãos etc...

E o mais hilário disso tudo, alguns sequer passaram em frente ao partido vencedor das ultimas eleições, e hoje se acham no direito até mesmo de promover estardalhaços chegando a tal ponto de criar factóides e fantasia para tirar beneficio próprio, ou para a sua família.

Por isso, não estou conseguindo entender essa situação. Tem mais um detalhe: Existe a lei do nepotismo, isto é, pai e filha não podem trabalhar na esfera pública no mesmo local, e no mesmo período dministrativo.

Só tem uma solução: Ou aceita o cargo oferecido, e a filha fica de fora, ou da uma de dente cariado. Cai logo da boca. Simples assim.

Jairo Ferreira

Confira Galeria


Comentários
Leia Também


Santo Ângelo

Max: 32º
Min: 19º

Poss. de Pancadas de Chuva


Radio Cidade Santo Ângelo - RS - Brasil