Segunda-Feira, 20 de Fevereiro de 2017
15.903.450 Visitas
Rádio Web - 24 horas Vídeos Curta nossa Fan Page no Facebook Entre em contato


João Terra na Secretaria dos Transportes

27/12/2016

João Terra na Secretaria dos Transportes

Um dos nomes que deve aparecer na listagem do primeiro escalão na gestão de Jacques Barbosa e Bruno Hesse, a partir do dia 1º de janeiro será de João Terra.

Segundo fontes ligadas ao PDT, João Terra teria aceitado convite do prefeito eleito Jacques Barbosa para comandar importante pasta em seu governo.

O futuro secretário de transportes é conhecedor da área, e, portanto nome certo para oferecer um bom atendimento à comunidade, principalmente ao homem do interior.

Ele, sempre esteve ligado à família Loureiro, eis que ao longo dos anos acompanhou o saudoso prefeito, deputado e conselheiro do TCE Adroaldo Loureiro, e na atualidade atua no gabinete do deputado Eduardo Loureiro.

O convidado de Jacques Barbosa, já esteve à frente de organismos estaduais, entre eles gerente regional da CINTEA, bem como sempre esteve nas coordenações das campanhas eleitorais do PDT a nível local.

A missão que lhe é proposta é árdua, mas com seu conhecimento buscará oferecer o melhor aos munícipes. Nome certo, para o lugar certo. Nada mais que isso.

PMDB tem menos de 24h00 para tomada de decisão

É público e notório o interesse do PMDB fazer parte da próxima administração municipal de Santo Ângelo, e de cara ganharia o direito de comandar a secretaria de turismo do município.

Mas como a decisão não cabe tão somente a pessoas, e sim a um diretório, agora o partido tem menos de 24h00 para a tomada de posição. Ou sim, ou não.

E, essa decisão deve acontecer até a meia-noite desta terça-feira, pois caso contrário fica fora da gestão de Jacques/Bruno.

Com isso, se ficar de fora tem vereador do partido não reeleito, no caso Osvaldir Ribeiro de Souza (Vando), longe da cadeira na Câmara de Vereadores, ou mesmo da própria secretaria.

Como o futuro prefeito Jacques Barbosa anuncia o secretariado na quarta-feira (28), numa possível desistência do PMDB, já teria com ele o chamado plano B, isto é, um nome para a pasta. Simples assim.

Câmara da Austeridade. Ao menos é o que o povo espera

Um rigor teórico no controle de gastos. Uma política de austeridade é requerida quando o nível do déficit público é considerado insustentável e é implementada através do corte de despesas.

Essa ao menos é a posição que deveria ser adotada já na próxima legislatura do Poder Legislativo de Santo Ângelo, e com isso, acabando de vez com os comentários quanto à chamada “Farra” das diárias.

Nada ficaria mal se a próxima mesa diretora tomasse para a si a decisão em oferecer aos futuros edis, CCs, e funcionários apenas uma diária por mês, ou 12 ao ano, o que já seria de bom tamanho.

Na questão dos chamados cursinhos, quem sabe apenas um no início dessa legislatura. Aliás, nesse caso, o cidadão até poderia receber três diárias, pois tais cursos não passam desse prazo.

Já que devemos buscar a chamada moralização da classe política, fica apenas a dica, e os nossos políticos também quem sabe ficariam de bem com a própria comunidade. Apenas uma dica.

Jairo Ferreira

Confira Galeria


Comentários
Leia Também


Santo Ângelo

Max: 32º
Min: 21º

Pancadas de Chuva


Radio Cidade Santo Ângelo - RS - Brasil